Mega perrengue masterplus – parte 2

Por absoluta falta de tempo – viajar faz a gente TER QUE IR E VER vários lugares, embora isso me irite – tenho resumido as postagens sobre as alegrias da viagem à página no Facebook (cuidarei melhor do blog quando voltar). Mas me sinto na obrigação de dividir o mais rápido possível as amarguras, porque isso pode vir a ajudar outras pessoas que venham a acessar esse troço que é meu blog.

Vocês lembram do post sobre a confusão do voo de Lima para Cusco, quando perdi meu voo mesmo chegando 1h10min antes do embarque e acabei tendo que desembolsar uma grana para viajar por outra companhia?

Pois é, aquilo foi ficinha…

Na madrugada de ontem, como estava meio traumatizado, resolvi entrar no site da LAN, que faria meu voo de Cusco para Lima – depois pegaria um voo da Taca para o México, para tentar fazer o web check-in e… O voo tinha desaparecido do site!

Consegui contatar uma amiga no Facebook e pedi para ela ligar para a Decolar, empresa pela qual tinha comprado todas as passagens, para a LAN, empresa do voo para Lima, e para a Taca, empresa dos demais voos.

Resumo da ópera: basicamente informaram a ela que como eu não pegara aquele voo que perdi porque ninguém me avisou que no Peru em voos domésticos tem que se chegar com duas horas de antecedência, o sistema entendeu que eu estava em Lima ainda.

Consegui descobrir uma agência da Taca aqui em Cusco e corri de manhã para lá. A situação era ainda pior segundo o atendente da Taca: como eu não voei de Lima para Cusco, eu “quebrei” a rota de viagem, e nada estava confirmado. Além disso, no que tange à minha ida ao México, eu não estava no voo que a Decolar me enviara por email depois de uma reacomodação (que a Decolar, e não eu, exigiu), mas sim num anterior, que passa por Bogotá antes de chegar lá, é tarde e me fará chegar de madrugada, perdendo todo uma tarde e noite de lazer noMéxico.

Pensam que acabou? Eu não tinha voo Cusco-Lima e tive que comprar um.

Somando esse voo, toda a refeitura da rota e suas multas eu tive que desembolsar mais de 600 dólares – e olha que o sujeito da Taca ficou comigo duas horas inteiras e REALMENTE estava se esforçando para fazer o menor preço (havia uma outra de quase 800 dólares).

Não bastasse tudo isso, eu percebi só lá no atendimento que minha volta do México ao Brasil tem uma conexão em Lima, com 1h30 pra trocar de voo – ou seja, há riscos de eu o perder (pelo menos são dois voos pela mesma companhia, menos mal…). Tudo bem, isso é um pouco de culpa minha, porque a Decolar oferece opções automáticas, mas eu tinha obrigação de conferir – mas esse tipo de situação nem deveria ser vendida!

Trocando em miúdos, há erros da Taca no processo (mas ao menos lá na agência tive um ótimo atendimento), mas os principais erros são da Decolar.

  • é obrigação de quem vende uma passagem, avisar se determinado país de destino tem regras especiais de embarque – ter que chegar duas horas antes para um voo doméstico é uma delas, o Peru tem essa regra e a Decolar jamais me aviso;
  • é má fé vender pacotes com conexões que são impossíveis de se executar;
  • o setor de reacomodação da Decolar é responsável por ao menos metade da confusão (e eu to sendo bonzinho).

Evidentemente vou continuar curtindo a vigem o máximo possível, mas evidentemente também terei um super processo jurídico para instaurar assim que chegar ao Brasil.

Anúncios

Sobre Leo Name

Professor do Departamento de Geografia da PUC-Rio.

  1. Pingback: Mega perrengue masterplus – parte 3 (light version). « O guia do viajante mal-humorado

  2. Gicele Fisch

    Não quero ser contrária a tua indignação com os problemas enfrentados com as companhias aéreas. Sou solidária, mas estes foram resultados do velho ditado “de marinheiro de primeira viagem”. Porém, quero te dizer que isto acontece em qualquer parte do mundo e isto é dito por quem prestou consultoria por 10 anos, enfrentando todo tipo de contratempos em aeroportos, uma vez que as viagens eram semanais!!! Isto para falar dos voos domésticos…. sem mencionar as várias viagens realizadas ao exterior. De qualquer forma valeram para tua memória de “fortes emoções” e valerão para as próximas!!! Bjs e enjoy!!!

  3. Thereza P. Miranda

    absurdo. abuso e falta de respeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: