Posts Marcados: estereótipo

Viajando pelo mundo com Indiana Jones!

Desde suas origens, fotografia e cinema foram artes itinerantes e viajantes,  com intenção documental e científica (geográfica, etnográfica, zoológica e botânica), e tornaram-se parte da cultura de viagem ao registrar e reproduzir imagens dos mais diversos cantos do globo. Fotos

Viajando pelo mundo com Indiana Jones!

Desde suas origens, fotografia e cinema foram artes itinerantes e viajantes,  com intenção documental e científica (geográfica, etnográfica, zoológica e botânica), e tornaram-se parte da cultura de viagem ao registrar e reproduzir imagens dos mais diversos cantos do globo. Fotos

Socorro! Todos dançam tango no Caminito de Buenos Aires!

Não existe lugar mais superestimado por turistas em Buenos Aires do que Caminito, autodenominada “rua-museu” – oi? – com casinhas de cores escalafobéticas, que podem causar o efeito epileptic Pikachu em crianças japonesas e fazem do Pelourinho de Salvador um

Socorro! Todos dançam tango no Caminito de Buenos Aires!

Não existe lugar mais superestimado por turistas em Buenos Aires do que Caminito, autodenominada “rua-museu” – oi? – com casinhas de cores escalafobéticas, que podem causar o efeito epileptic Pikachu em crianças japonesas e fazem do Pelourinho de Salvador um

São Paulo em carioquês e paulistês

Papo reto, mano: São Paulo é responsa, principalmente nos fins-de-semana ou feriados, tá ligado? É uma cidade onde todo mundo é meu chapa. Têm uns parceiros, inclusive, que vivem mandando o léro de que todo brasileiro que presta devia ter

São Paulo em carioquês e paulistês

Papo reto, mano: São Paulo é responsa, principalmente nos fins-de-semana ou feriados, tá ligado? É uma cidade onde todo mundo é meu chapa. Têm uns parceiros, inclusive, que vivem mandando o léro de que todo brasileiro que presta devia ter

Elvis não morreu e dança “bossa nova” em Acapulco e no YouTube

A internet é uma maravilha e o YouTube, uma bênção. Lá, ícones como Elvis Presley têm sua imagem perpetuamente viajando pelas autovias de bits e bytes. Elvis viajou muito, tanto em sua vida real quanto nos inúmeros filmes que fez

Elvis não morreu e dança “bossa nova” em Acapulco e no YouTube

A internet é uma maravilha e o YouTube, uma bênção. Lá, ícones como Elvis Presley têm sua imagem perpetuamente viajando pelas autovias de bits e bytes. Elvis viajou muito, tanto em sua vida real quanto nos inúmeros filmes que fez